As listas de gratidão são uma porcaria – As Listas de ingratidão é que me salvaram

0
1201

Neste artigo para Good Housekeeping, uma mulher compartilha de como “pensar positivo” e fazer listas de gratidão apenas agravou a sua depressão; e como ao reconhecer sua dor e trauma, através de listas de ingratidão, ajudou-a a se sentir com mais valor e capacitada para lidar melhor com a vida.

As listas de gratidão não me ajudaram em nada. Escrevê-las foi uma prática que me levou mais fundo à vergonha e à auto-aversão, quando eu já me encontrava em um lugar muito escuro. As listas de gratidão dizem que aqueles entre nós que sofrem estão sofrendo porque escolhem a miséria, e simplesmente não estão trabalhando o suficiente, e que, se pensarmos com pensamentos felizes, estaremos acima dos nossos problemas, como as crianças em Peter Pan.”

As minhas listas de ingratidão me ajudaram a entrar em contato com as coisas que eu perdi, ter sido enganada, e todas as vezes em que a vida deu um chute diretamente no meu coração. Aprendi que engolir raiva e tristeza, por meio de uma pilha de listas de gratidão, não as faz desaparecer. Escrever as coisas que me tornaram miserável e furiosa também não as faz desaparecer, é verdade, mas isso tem me ajudado a me concentrar nas coisas da vida que eu quero mudar, porque me levam a sofrer uma e outra vez. Minhas listas de ingratidão têm me dado direção, foco e me ajudado a me afastar dos imperativos da vergonha e da aceitação a qualquer preço. Meu coração ainda dói, mas não grito que sou egoísta – por estar mais triste “.

Listas