Medicare Propõe Limitar a Cobertura do Aduhelm, Medicamento para Alzheimer

0
54

Publicado no The New York Times, matéria assinada por Pam Belluck: “As autoridades do Medicare disseram na terça-feira que o programa federal de seguros de saúde deveria restringir a sua cobertura do controverso novo medicamento para Alzheimer – Aduhelm – aos pacientes que participam em ensaios clínicos aprovados, uma medida que limitaria enormemente o número de pacientes que poderiam usar o dispendioso medicamento.

Numa decisão preliminar, os Centros de Serviços de Medicare e Medicaid afirmaram que, após uma revisão exaustiva das provas científicas e das opiniões de muitos intervenientes diferentes, tinha concluído que subsistem dúvidas significativas sobre se os potenciais benefícios da Aduhelm para os pacientes superam os riscos de segurança.

Como resultado, a agência disse que daria cobertura apenas aos pacientes que recebem o medicamento em ensaios controlados aleatórios – considerados o padrão de ouro da avaliação científica porque comparam os pacientes que recebem um medicamento com um grupo de controlo de pacientes, normalmente os que recebem um placebo.

(…) O Dr. Fleisher acrescentou: ‘O nosso principal objetivo é proteger os beneficiários de danos potenciais de uma intervenção sem benefícios conhecidos na população Medicare. Como médico clínico, nunca é demais sublinhar a necessidade de compreender os riscos e benefícios de um determinado tratamento, a fim de melhor informar os doentes e as suas famílias à medida que tomam decisões sobre os seus cuidados’.

Numa declaração, Biogen, a empresa que faz Aduhelm, disse que a posição da agência ‘nega o fardo diário das pessoas que vivem com a doença de Alzheimer’ e que o requisito do ensaio clínico “excluirá quase todos os pacientes que possam ser beneficiados”.

Leia na íntegra →