Pesquisadores investigam ideação suicida induzida por antidepressivos

0
225

Um aumento de pensamentos suicidas é um efeito colateral grave e conhecido para vários tipos de antidepressivos. Estudos recentes sugerem que pode haver alguns fatores genéticos que aumentam o risco para essa reação. Um novo estudo, no International Journal of Neuropsychopharmacology, identifica duas variantes genéticas específicas que estão associadas ao agravamento da ideação suicida em pacientes que tomam antidepressivos.

Acesso aberto→

Os pesquisadores liderados por Geraldine Voegeli, do Sistema de Saúde VA San Diego, realizaram testes genotípicos em 78 pacientes que apresentaram piora da suicídio enquanto usavam antidepressivos e compararam os resultados com pacientes em antidepressivos que não relataram piora desses sintomas. Eles descobriram que duas variantes genéticas comuns que afetam a via da neurotrofina, envolvidas no desenvolvimento e na função dos neurônios, estavam associadas ao agravamento da ideação suicida por antidepressivos.

****

Voegeli, G., Ramoz, N., Shekhtman, T., Courtet, P., Gorwood, P. and Kelsoe, J.R., 2016. Neurotrophin Genes and Antidepressant-Worsening Suicidal Ideation: A Prospective Case-Control Study. International Journal of Neuropsychopharmacology, p.pyw059. (Full Text)