Dia Internacional da Consciência sobre os Benzodiazepínicos

Dia 11 de Julho

2
469

11 de julho é o Dia Mundial de Conscientização sobre os Benzodiazepínicos. Conhecidas como ‘benzos’, são drogas psiquiátricas que supostamente tratam a tensão e a ansiedade do dia a dia.

Foram amplamente prescritas durante os anos 60 e 70 nos Estados Unidos, e no Brasil nos anos 80 e 90. Os mais conhecidos: Milton, Librium, Valium, Diazepam, Ritalina, entre outros. São drogas psicoativas que prometem um falso bem-estar. Tudo em nome da ‘felicidade’. Quer dizer, estar livre das vicissitudes da própria existência humana. Como é o tédio, ou o incômodo da sua condição de vida, senão a busca de um ‘gozo’ impossível de ser ‘gozado’ no cotidiano.

As mulheres são as principais consumidoras, de cada três prescrições duas são feitas para as mulheres.  O que foi chamado pelos Rolling Stones como “o ajudante da mamãe” (Mother’s little helper).

 

Mother’s Little Helper Pequeno Ajudante da Mamãe
What a drag it is getting old Que saco é ficar velho.
Kids are different today Crianças são diferentes hoje.
I hear ev’ry mother say Eu ouço sempre a mãe dizer
Mother needs something today to calm her down Mães precisam de alguma coisa, hoje em dia, pra se acalmar
And though she’s not really ill E embora ela não esteja realmete doente
There’s a little yellow pill Há uma pequena pílula amarela
She goes running for the shelter Ela corre para o armário
Of a mother’s little helper Em que está o pequeno ajudante da mamãe
And it helps her on her way E isso a ajuda
Gets her through her busy day A enfrentar o seu cansativo dia.
Things are different today As coisas são diferentes hoje
I hear ev’ry mother say Eu ouço toda mãe dizer
Cooking fresh food for a husband’s just a drag Preparar comida fresca para o marido é um saco
So she buys an instant cake Então ela compra um bolo instantâneo
And she burns her frozen steak E ela queima o seu bife o seu bife congelado
And goes running for the shelter Ela corre para o armário
Of a mother’s little helper Em que está o pequeno ajudante da mamãe
And two help her on her way E dois a ajudam a enfrentar as coisas
Get her through her busy day A dar conta do dia atribulado
Doctor, please Doutor, por favor
Some more of these Mais alguns desses
Outside the door Na saída
She took four more Ela tomou mais quatro
What a drag it is getting old Que saco é ficar velho.
Men just aren’t the same today Os homens não são os mesmos hoje em dia
I hear ev’ry mother say Eu ouço sempre a mãe dizer
They just don’t appreciate that you get tired Eles simplesmente não gostam que você esteja cansada
They’re so hard to satisfy Eles são difíceis de satisfazer
You can tranquilise your mind Você pode tranquilizar a sua mente
So go running for the shelter Então vá correndo para o armário
Of a mother’s little helper Do ajudante da mamãe
And for help you through the night E para ajudar a passar a noite
Help to minimise your plight Ajudar a minimizar o tédio
Doctor please Doutor, por favor
Some more of these Mais alguns desses
Outside the door Na saída
She took four more Ela tomou mais quatro
What a drag it is getting old Que saco é ficar velho
ife’s just much too hard today A vida é muito difícil hoje em dia
I hear ev’ry mother say Ouço sempre a mãe dizer
The pursuit of happiness just seems a bore A perseguição da felicidade parece apenas um aborrecimento
And if you take more of those E se você tomar mais desses
You will get an overdose Você terá uma overdose
No more running to the shelter Sem mais corridas ao armário
Of a mother’s little helper Do pequeno ajudante da mamãe
They just helped you on your way Eles só te ajudaram em seu caminho
Through your busy dying day Até o ocupado dia da sua morte

 

A exemplo do que ocorre com os antipsicóticos e antidepressivos, os benzodiazepínicos criam uma forte dependência química.  É o caso do popular Diazepam, que produz tolerância e síndrome de abstinência, isto é, após um período de uso, as pessoas sofrem de grave ansiedade quando deixam de tomar esse medicamento. As reações físicas e emocionais dos usuários de ansiolíticos quando deixam de tomar o medicamento são semelhantes às daquelas pessoas viciadas em drogas psicoativas em geral, como ansiedade de rebote, insônia, convulsões, tremores, dores de cabeça, visão turva, zumbido nos ouvidos, extrema sensibilidade ao barulho, sensações que insetos estão atacando, pesadelos, alucinações, extrema depressão e desrealização.

No Dia Internacional de Consciência sobre os Diazepínicos, a arte nos ajuda a denunciar a opressão da Psiquiatria em nosso cotidiano.

Esse blue de Richard Lewis é uma canção de protesto contra a violência dos Benzos na vida cotidiana dos seus usuários.

“Benzo Blue” (by Richard D. Lewis 2017)

She’s climbing mountains / Nobody knows how high
Such a lonely journey / A ladder to an endless sky
There’s millions climbing by her side  
Unknown to each other /Just tryin’ to survive

Life can have its problems / Anxious days and sleepless nights
A simple pill and a label / To soothe her fight or flight
Oh so safe / So easy / the doctors say
Just trust and believe / all your worries away
With one pill / Big Pharma / and the FDA
---

Chorus:
Now, some people think she’s crazy / And she doubts her sanity too
But if they only knew / What it’s like to be ‘benzo blue’
It’s a blue so deep it’s almost black / And she doesn’t know if she’ll ever make it back
For if they only knew / What it’s like to be ‘benzo blue’ 
---

It’s an all too common story / So many people must tell
All taken “as prescribed” / Good intentions on a road paved to Hell 
Oh so safe / So easy / the doctors say
Just trust and believe / all your worries away
With one pill / Big Pharma / and the FDA

She lives her life in one color / So many shades of grey
With nights that linger so long / They’ll darken the brightest day
Oh so sad / So sorry / the doctors say
Still trust and believe / all your worries away
With another pill / Big Pharma / and the FDA

Repeat Chorus:

Don’t send her to those meetings / They’re not her people, places, or things
Cuz she’s never known addiction / It’s your drugs pulling the puppet strings
Oh so sad / So sorry / the doctors say
Still trust and believe / all your worries away
With another pill / Big Pharma / and the FDA

No more condescending saviors / With Bibles and prescription pads
No more drugs and labels / For they will surely drive her mad
Now she questions / everything her doctors say
Can’t trust or believe / all her worries away
She has her ‘Benzo Buddies’ / and her friends at MIA
Damn all their drugs / Big Pharma / and the FDA
And there’ll be no mercy / When Psychiatry finally has its day

Repeat Chorus: (last phrase 2x)

Ou a música de Hamilton Assumpcion, Sufoco da Vida, tocada pelo grupo Harmonia Enloquece.

 

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pelo texto.
    Parabéns pelo belo trabalho.
    Sugiro retirar a ritalina dessa lista, que apesar de perniciosa pertence a outra classe.

Deixe uma resposta