Medicina praticada hoje em dia se parece com ‘fast food’, diz pesquisador

0
66

150854104059ea8270b69d7_1508541040_3x2_mdPublicado 21/10/2017, no Jornal Folha de São Paulo: O médico e pesquisador Marco Bobbio, autor do Livro Troppa Medicina (algo como Medicina Demais) e Secretário Geral do movimento “Slow Medicine”, critica a medicina atual por desperdiçar recursos, excesso de velocidade em vários momentos e a falta de conexão com os pacientes, de maneira semelhante a uma rede de ‘fast food’. Isso significa que muitas vezes, são usadas drogas e tratamentos quando o paciente não precisa.

O movimento da “Slow Medicine” foi fundado em 2002, pelo cardiologista italiano Alberto Dolara. Pretende resgatar o tempo como parte essencial da abordagem médica, enfatizando o raciocínio clínico e o cuidado focado no paciente, salientando os aspectos multidisciplinares da atenção à saúde e o uso adequado da tecnologia.

Leia a matéria na íntegra →

Deixe uma resposta