“Página não encontrada” acaba dizendo “tudo” sobre a psiquiatria

0
168

Só por diversão , vamos dar uma olhada em até onde a psiquiatria é capaz de ir, quando um pouco de verdade escapa de uma de suas próprias publicações e deve ser excluída em desespero desajeitado. Este não é um blog – é sobre um ocorrido muito especial. Algo para iluminar o seu dia e aprofundar o seu cinismo sobre a psiquiatria.

Até agora, a maioria das pessoas está ciente de que a psiquiatria e as empresas farmacêuticas não podem ser confiáveis para dizer a verdade, e que irão, em todas as hipóteses, suprimir e censurar a informação que lance uma luz ruim sobre elas e seus tratamentos.

Qualquer pessoa que ainda não tenha aprendido isso pode rapidamente ler livros como a Deadly Psychiatry de Peter Gøtzsche, a Anatomia de uma Epidemia de Robert Whitaker ou meu livro Medication Madness.

Agora, para este pedacinho de entretenimento desiludido. Minha esposa Ginger Breggin gentilmente estava a me ajudar a acompanhar esse universo da psiquiatria, rastreando publicações psiquiátricas na internet. Não, não estávamos procurando por novas informações científicas – a psiquiatria não publica informações científicas. A psiquiatria transformou até mesmo o “padrão-ouro da ciência”, de ensaios clínicos randomizados controlados por placebo, em um “padrão-ouro para distorções significativas”, manipulando tais pesquisas de forma tão fraudulenta que não podem ser levadas a sério.

Para manter-se a par das travessuras psiquiátricos, ela recebeu “Google Alerts-Psychiatry.” Aqui está o que apareceu:

google alert psychiatry advisor

Um dos Alertas que veio do Psychiatry Advisor era uma chamada tentadora, indicando que uma advogada estava prestes a deixar o gato fora do saco – de que remédios psiquiátricos podem aumentar o risco de suicídio:

psychiatry advisor censorship

Ansiosamente Ginger clicou no link, esperando encontrar este aviso muito importante em um site psiquiátrico. Seria o primeiro! Mas isso foi o que ela encontrou:

psychiatry advisor censure of anti psych comment

Ginger ficou consternada com o que encontrou … ou não encontrou. A página agora dizia: “Página não encontrada”. O link com o qual o advogado poderia estar alertando os psiquiatras havia desaparecido. Eu gostaria de transformar “Page Not Found” (“Página não Encontrada) em uma música, em um título de livro, em um filme. Página não encontrada! Mas vou me limitar a mais alguns comentários.

Isso, meus queridos amigos no Madinbrasil, é a essência da psiquiatria. Quando se trata de todos os inúmeros e muitas vezes trágicos prejuízos que as drogas psiquiátricas podem causar, meus colegas respondem: “Página não encontrada”.

MAS ESPERE, HÁ MAIS POR AÍ. Até agora eu estava especulando que eles estavam escondendo alguma coisa. Talvez isso não passe de um erro técnico.

Perguntei a Ginger se ela poderia me enviar um link para a página “Página não encontrada”, para que eu pudesse incluir neste relatório. Quando ela colou o link em seu e-mail enviado para mim, como mágica da internet, apareceu a metatag que mostrava o resumo completo da advogada.

 

https://www.psychiatryadvisor.com/author/ann-w-latner-jd/

Ann W. Latner, JD, Author at Psychiatry Advisor

Ao lidar com pacientes com depressão, os clínicos devem sempre estar cientes de que o suicídio é uma possibilidade e que às vezes os medicamentos prescritos podem, na verdade, exacerbar a situação.

www.psychiatryadvisor.com

Realmente, quem sabia que muitos psiquiatras ainda não têm idéia de que os antidepressivos possam exacerbar e até mesmo causar suicídio? Como isso é possível? É que é escondido deles em todas as oportunidades.

Aparentemente, o Psychiatry Advisor (Assessor da Psiquiatria) acredita que seu público de psiquiatras não tem ideia de que os antidepressivos são uma ameaça para os pacientes e até para os voluntários normais que desenvolvem sintomas precursores de suicídio como é a superestimulação. Psychiatry Advisor certamente quis manter as notícias terríveis longe dos psiquiatras!

Devem haver corrido loucamente para apagar o alerta da advogada Latner sobre drogas psiquiátricas, logo no primeiro dia de sua publicação. Eles fizeram a coisa mais rápida ao alcance, removendo o artigo, mas esqueceram a meta tag. O link revelou o aviso de metatag escondido: “e às vezes os medicamentos prescritos podem realmente exacerbar a situação”.

Além de chamar essa censura de trapaça, o que diremos a respeito disso? É o epítome da censura psiquiátrica constante a tentar esconder os efeitos nocivos das drogas psiquiátricas de todo o público, incluindo psiquiatras que por acaso procuram informações úteis em www.psychiatryadvisor.com, uma “comunidade para clínicos psiquiátricos”. Então é assim como a comunidade psiquiátrica é mantida ignorante? Censurando? Sim, e por uma ameaça subjacente de mão pesada para nunca denunciar o fato de que a psiquiatria biológica está fazendo muito mais mal do que bem.

A supressão da psiquiatria de informações negativas sobre seus medicamentos é um mal autosserviço. Isso mostra como o bem-estar de seus pacientes desempenha um papel muito pequeno nas considerações da profissão. Para eles, é tudo com respeito às drogas. Drogas são tudo o que os psiquiatras sabem, prescrever faz com que pareçam e se sintam como verdadeiros médicos, e isso é muito recompensador.

Ei, e os pacientes? Pacientes … Eles mal valem a pena conversar. A moderna abordagem psiquiátrica é: “Dê-lhes dez minutos. Quanto mais eu apertar, mais dinheiro ganharei ”. É a abordagem das“ sardinhas em lata” para ajudar as pessoas.

Nota do editor: Após uma investigação mais aprofundada, parece que todos os artigos da autora Ann W. Latner, JD, foram removidos do site Psychiatry Advisor. Com base nos títulos, todos parecem haver sido críticos do sistema médico.

Deixe uma resposta