Medicalização da vida: Doença, Transtornos e Saúde Mental

0
488

O artigo apresenta uma discussão introdutória ao tema da medicalização e suas consequências para as praticas no campo da saúde mental. Por meio  de uma contextualização histórica das concepções de diagnóstico e tratamento do sofrimento mental pela medicina psiquiátrica, os autores destacam o marco da apropriação da loucura pela razão psiquiátrica, seus efeitos sociais, e  as repercussões atuais  das sucessivas edições do Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais (DSM) .

Os autores chamam a nossa atenção para a progressiva multiplicação das categorias diagnósticas do DSM, como indicação de uma possível apropriação do sofrimento psíquico pelo viés da medicalização, e uma valorização hiperdimensionada na sociedade do saber oriundo e próprio do campo da medicina psiquiátrica, muitas vezes reificado pelos atores envolvidos no campo da Reforma Psiquiátrica.

Soalheiro, N. I., Mota, F. S. Medicalização da vida: doença, transtornos e saúde mental. Rev. Polis e Psique, 2014; 4(2): 65-85

O artigo.

 

Deixe uma resposta