Nota do Ministério da Saúde é um ataque à Lei da Reforma Psiquiátrica

A ação pretendida confronta também as diretrizes adotadas pela Saúde Mental do governo do estado de São Paulo

0
168

Publicado no Jornal GGN – “A OAB-SP, através da Comissão de Direitos Humanos, junta-se aos que temem os retrocessos na Política de Saúde Mental preconizada pelo governo federal. Tais medidas confrontam a legislação vigente, ampliando as internações e manicômios. Esses locais sempre foram palcos constantes de violações dos Direitos Humanos.

Na tentativa de reforçar o alerta, apresentam um artigo feito para a OAB, pela dra. Laura Prates Pacheco, que incentiva a resistência a essa ação do Ministério da Saúde. A ação pretendida confronta também as diretrizes adotadas pela Saúde Mental do governo do estado de São Paulo.”

Clique aqui →

Deixe uma resposta