Drogas psiquiátricas Podem Reduzir as Capacidades Sociais e Emocionais

Pesquisas concluem que a cognição social e as habilidades de processamento emocional podem ser perturbadas por drogas psiquiátricas.

0
153

Embora os déficits na cognição social sejam freqüentemente associados e usados para diagnosticar transtornos psiquiátricos, novas pesquisas sugerem que os medicamentos usados para tratar transtornos psiquiátricos também podem afetar negativamente a cognição social.

Liderados por Zoe Haime no University College de Londres, os pesquisadores que conduziram o estudo levantaram a hipótese de que os medicamentos psiquiátricos que produzem efeitos sedativos podem afetar a cognição social. Eles esperam que a sua revisão ajude a esclarecer a natureza dos déficits subjacentes na cognição social em pessoas diagnosticadas com transtornos psiquiátricos para “ajudar no desenvolvimento de tratamentos específicos para a cognição social, o que também pode melhorar o funcionamento social e os resultados gerais”.

“Há boas razões para se acreditar que os medicamentos psiquiátricos podem influenciar a cognição social, especialmente aqueles com ações sedativas que são conhecidos por prejudicar o funcionamento neurocognitivo em voluntários”, escrevem os autores. “É importante esclarecer estes efeitos para entender a natureza dos déficits cognitivos sociais nos distúrbios psiquiátricos e avaliar os efeitos do tratamento na cognição social e nos resultados associados, tais como o funcionamento social”.

A cognição social é definida como os “processos mentais que fundamentam a capacidade de compreender e agir sobre o pensamento, intenções e comportamentos dos outros”. As drogas psiquiátricas, que funcionam alterando sistemas neurotransmissores específicos, têm fortes efeitos sedativos e podem causar mudanças permanentes no cérebro. Junto com seus efeitos sedativos, os medicamentos psiquiátricos afetam a emoção e a motivação e causam embotamento emocional e perda do contato consigo mesmo e com os outros.

Como os autores observam, a pesquisa sobre as interações medicamentosas com a cognição social limita-se em grande parte a estudos de benzodiazepinas em voluntários saudáveis e estudos de antipsicóticos em pacientes com esquizofrenia. Após realizar uma revisão sistemática de 2931 trabalhos elegíveis, os pesquisadores descobriram que as benzodiazepinas administradas a voluntários saudáveis causam deficiências significativas nas tarefas de cognição social de reconhecimento de emoções, sugerindo que as doses terapêuticas prejudicam o processamento das emoções. Além disso, alguns estudos usaram neuroimagens para comparar a cognição social antes e imediatamente após a administração de benzodiazepinas e descobriram que uma única dose de diazepam resultou em respostas atenuadas às emoções dos outros.

Com relação aos medicamentos antipsicóticos, um estudo descobriu que doses mais altas de antipsicóticos estavam relacionadas a níveis mais altos de comprometimento cognitivo social em pacientes com esquizofrenia. Os autores observam:

“Pesquisas sobre a função neurocognitiva sugerem que os antipsicóticos, em particular, podem ter efeitos especificamente prejudiciais em pessoas com transtornos psiquiátricos”.

Embora sejam necessárias mais pesquisas sobre os efeitos de medicamentos sedativos na cognição social para avaliar seus efeitos na cognição social, as pesquisas disponíveis sugerem uma correlação entre certos medicamentos e a cognição social prejudicada, com implicações importantes tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento de deficiências psiquiátricas. Como os autores concluem:

“Embora tenham sido identificados déficits na cognição social em pessoas com diagnósticos psiquiátricos e estejam associados a deficiências no funcionamento social, permanecemos incertos até que ponto estes são atribuíveis aos efeitos do transtorno ou aos efeitos de seu tratamento”.

****

Haime, Z., Watson, A., Crellin, N., Marston, L., Joyce, E., Moncrieff, J. (2021). “A Systematic Review of the Effects of Psychiatric Medications on Social Cognition.” (Preprint). 10.21203/rs.3.rs-651572/v1(Link)